A escolha do sofá para a sala é o primeiro passo para acertar na decoração e também na funcionalidade do ambiente. O móvel costuma ocupar muito espaço, mas ele é uma peça essencial para garantir aquele toque aconchegante que deve fazer parte do cômodo. A decoração para sofá também pode usar elementos como almofadas e mantas, que ajudam a trazer mais personalidade.

Uma dica interessante é conhecer todas as medidas da sala antes de comprar o sofá, assim, será muito mais fácil escolher o modelo certo. Para salas pequenas, o ideal é escolher sofás em tons mais claros, como beges e cinzas. Prefira também os modelos sem braços laterais, pois eles ocupam muito espaço — o que pode ser um problema nos cômodos menores.

Neste post, selecionamos algumas dicas de elementos que podem ser usados para valorizar o sofá, deixando a decoração da sala ainda mais charmosa. Confira!

Cuidados com dimensões, posicionamento e formato

Especialmente se a sala for pequena, o principal cuidado que se deve ter ao escolher o sofá é quanto ao seu tamanho. Para que a decoração funcione em conjunto com a funcionalidade, considere o tamanho da maior parede da sala. Se ela for menor do que 2,5 m o mais indicado é optar apenas por um sofá de dois lugares.

Para não ter problemas quando receber visitas, invista também em poltronas ou bancos almofadados que podem complementar a decoração, mas não precisam de muito espaço como um sofá. O mais indicado também é que o móvel seja posicionado rente à parede maior, com o cuidado de deixar uma distância mínima de 1,10 m entre ele e a TV.

Modelos minimalistas, com linhas retas e formato quadrado se encaixam melhor nas salas pequenas, valorizam os cantos e evitam o desperdício de espaço. Sofás retráteis também não combinam com cômodos menores, pois atrapalham a mobilidade. Apesar do conforto, somente invista nesse modelo se a sala for ampla.

Harmonização com mantas e almofadas

As mantas são complementos perfeitos para decorar o sofá e acabam funcionando muito bem para diferentes finalidades. Elas servem para nos aquecer nos dias mais frios, podem cobrir pequenas imperfeições no móvel e também ajudam a proteger o sofá.

Elas podem ser encontradas em diferentes materiais, como algodão, pele sintética, lã e fio de acrílico, por exemplo. A escolha deve seguir seu gosto pessoal, sendo que os modelos feitos em algodão costumam apresentar um toque mais macio e, consequentemente, confortável.

Combinando ou não com mantas, seu sofá também pode se destacar com uma composição de almofadas, que podem ser revestidas com tecidos leves ou mais encorpados. Considere o tamanho dos itens, pois sofás com encosto baixo combinam com almofadas menores. E mesmo que o encosto seja mais alto, a almofada nunca deve superar a altura do móvel.

Combinação de cores e estampas

Quem prefere uma decoração neutra, a solução mais acertada pode ser criar uma mistura de cores a partir do tom sobre tom. Ou seja, respeitando a tonalidade do sofá, escolha suas almofadas e/ou manta seguindo a mesma cartela de cores, deixando tons mais intensos para outros detalhes da sala, como quadros e demais objetos.

Outra ideia é investir em uma combinação que use cores próximas, como azul e verde, tonalidades de azul e roxo, entre outras. Se o sofá tiver uma cor neutra, as estampas serão bem-vindas nas almofadas e/ou manta. E caso ambos os elementos sejam estampados, o ideal é que elas tenham algo em comum como temática ou cores.

De maneira geral, lembre-se de começar escolhendo o sofá pelo tamanho e formato, que devem ser compatíveis com o espaço disponível na sala. Para deixar a decoração mais aconchegante, aposte na combinação de mantas e almofadas, que podem compor um mix de estampas ou priorizarem uma decoração para sofá mais sóbria.

Gostou das nossas dicas? Aproveite para assinar a newsletter e receber em primeira mão todos os conteúdos!